Home > COMUNICAÇÃO > AMM busca soluções junto ao novo Ministro de Transportes

AMM busca soluções junto ao novo Ministro de Transportes

Aconteceu hoje, terça-feira, a assinatura da ordem de serviço para as obras de duplicação da BR-262 no trecho da travessia urbana de Nova Serrana. O evento contou com a presença do Ministro dos Transportes, César Borges; o Deputado Federal, Jaime Martins; o Presidente da Associação Mineira de Municípios – AMM, Ângelo Roncalli; o Secretário de Estado de Obras e Transportes de Minas Gerais, Carlos Melles. A obra vai contemplar obras de melhorias em 10 quilômetros da BR-262. O trecho recebe cerca de 10 mil veículos por dia.

O Ministro destacou a importância da região para a economia nacional e a importância das obras  na BR-262, “Era uma obra já solicitada pela população da região, não deixaria, de forma alguma, que  não fizéssemos de imediato essa obra. Então estamos dando a ordem de serviço por que já foi feita a licitação e o projeto está muito bom e será executado o mais rápido possível”, destaca.

O Deputado Federal Jaime Martins lembrou da necessidade da duplicação da BR-262, “Nova Serrana é uma cidade que gera muitos tributos para o Brasil, é uma cidade que merece e precisa receber também investimentos do Governo Federal. Hoje estamos retribuindo para a cidade o que ela faz para o Brasil e para Minas Gerais”. Martins ainda salientou a necessidade da duplicação da BR-262 até a cidade de Uberaba.

Na oportunidade, o Presidente da AMM, Ângelo Roncalli, aproveitou para apresentar, por meio de um ofício entregue nas mãos do Ministro, algumas solicitações dos prefeitos mineiros. Nele, a Associação Mineira pede atenção especial para a viabilização das obras na BR-367 e especial atenção para uma solução definitiva para os problemas do Anel Rodoviário de Belo Horizonte.

Também foi cobrada a duplicação da BR-381, cujo Edital já foi publicado. A rodovia da morte, como é conhecida a BR-381, registrou 2.565 acidentes no ano passado, sendo segundo a Polícia Rodoviária Federal, 1.794 entre Belo Horizontes e João Monlevade, trecho considerado um dos mais perigosos do Brasil.

Para o Presidente da AMM, são obras necessárias principalmente para os municípios mineiros, “as reivindicações que nós apresentamos ao Ministro de Transportes, César Borges, são necessárias para o estado e acima de tudo para os cidadãos que trafegam por elas. É hora de dar um basta nas vidas perdias nessas rodovias e acredito que o Ministro está muito empenhado para a solução desses problemas”, destaca Roncalli.